EPAOE

10 Verdades da EPAOE

  1. Os cursos da Escola Profissional de Artes e Ofícios do Espectáculo tornam consciente, dia a dia, o Circo de que são herdeiros.
  2. O corpo aéreo, em equilíbrio, dançante, motriz e de palavra faz, na tradição do Circo, a aliança entre o risco e o riso, a força e a elegância.
    Na EPAOE ensina-se o entrecruzamento plástico, técnico e poético do corpo, da palavra e do objecto.
  3. Na EPAOE, a poesia, que é a linguagem coreografada ou encenada do Circo Contemporâneo, aprende-se na oficina de adereços, traça-se no desenho técnico, constrói-se no atelier de cenografia.
    Encontram-se, na simbólica das cores e das texturas, as personagens; pesquisa-se, pela leitura do texto, ou pelo aprofundamento da ideia, motora do Projecto, a maquette que se experimenta, EM SITUAÇÃO.
  4. A Escola do Chapitô é um laboratório de explorações.
  5. Na EPAOE, a ideia de PROJECTO como forma de trabalho acompanha os 3 anos.
  6. Na Escola do Chapitô desde o 1º ao 3º ano caminha-se numa formação artística de real interdependência das artes e dos ofícios do espectáculo. É o mito wagneriano do Espectáculo total da Obra total.
  7. A EPAOE é uma escola artística pilotada pelas áreas artísticas dos seus dois cursos Artes & Animação Circense e Cenografia, Adereços e Figurinos. As disciplinas das áreas sócio-cultural e científica na Escola do Chapitô enquadram, preparam, aprofundam e organizam as metodologias dos Projectos:
    - 1º ano: Mostra Técnica
    - 2º ano: Exercício-Espectáculo
    - 3º ano: Prova de Aptidão Profissional
  8. Entrar no Chapitô é, a pouco e pouco, fazer parte de uma família paradoxal em que o conflito, a tensão, a comoção, o excesso, a correcção, a surpresa, a alegria, a festa, a reflexão são nossas, de manhã à noite.
  9. Estes adolescentes que entram na EPAOE experimentam uma outra relação com o tempo e com o espaço, com a imaginação e com a realidade, com a atenção e com a frivolidade. Aqui aprendem a necessidade absoluta do auto-domínio, da perseverança, da energia e da disciplina.
  10. Na Escola do Chapitô, a EPAOE, a didáctica é interdisciplinar, por definição.